Pólipo Endometrial

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Pólipo Endometrial

Os pólipos são constituídos a partir do crescimento anormal das glândulas
endometriais e do estroma, um tipo de tecido que dá sustentação e nutre órgãos,
glândulas ou tecidos que apresentam algum tipo de mal funcionamento. É a partir
dessa combinação que ocorre a formação de tumores, geralmente benignos, na
cavidade uterina. Aparecem na maioria das vezes durante a menopausa e depois
dela. Os sintomas comuns são intensas cólicas menstruais, sangramento irregular e
corrimento com mau odor.

Em muitos dos casos é uma condição que não vem acompanhada de sintomas e,
por isso, a quantidade de pacientes é dificilmente estimada. Entretanto, alguns
pesquisadores afirmam que quando as mulheres apresentam alguns dos possíveis
sintomas, os exames revelam a existência de pólipos em quase metade das
ocorrências.

Os exames mais indicados para avaliação do quadro são a ecografia, a
histerossonografia e a ultrassom transvaginal. Quando tais procedimentos apontam
a possibilidade dos tumores serem malignos, a histeroscopia para biópsia é
indispensável. Felizmente em mais de 90% das vezes os pólipos não são
pré-cancerígenos