O período da menstruação não tem que ser dolorido!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
O período da menstruação não tem que ser dolorido

Endometriose é uma doença complicada, caracterizada pelo crescimento anormal do tecido que reveste o interior do útero em outros órgãos e também partes do corpo como o assoalho pélvico.

O tecido “intruso” sangra da mesma forma que aquele que reveste a parede uterina mas, ao contrário dele, o corpo se esforça muito mais para eliminá-lo.

O endométrio, como é chamado esse tecido, pode continuar a se espalhar e crescer onde não deveria, causando dores severas, inflamações e consequentes problemas de fertilidade.

Além de todos esses problemas, endometriose custa muito caro para as mulheres em diversos sentidos. Estima-se que, somente na Austrália, são gastos 7,7 bilhões de dólares todo ano, somados os tratamentos de saúde e a queda de produtividade das pacientes.

Os problemas não param por aí. O diagnóstico leva, em média, 10 anos para ser feito. Isso porque os sintomas são muitos e variam bastante de caso para caso, além da absurda falta de conscientização generalizada sobre o problema. Mesmo depois de diagnosticada, a mulher enfrenta muitos percalços para lidar com a dor. Os tratamentos ainda estão em desenvolvimento e nenhum é definitivo.

Podem ser administrados medicamentos para controle hormonal como os anticoncepcionais, por exemplo, que retardam o desenvolvimento da doença, mas são uma solução paliativa. Outros medicamentos que interferem na produção de estrogênio são mais eficientes e podem até impedir o surgimento de novas lesões, mas os efeitos colaterais são desagradáveis.

Exercícios físicos e uma dieta que restrinja os alimentos com alto potencial inflamatório podem ser uma ótima medida para o alívio dos sintomas, mas infelizmente também não são medidas definitivas.

A cirurgia, na maioria das vezes, é a única opção restante em busca de um alívio mais duradouro. Entretanto, repetidas laparoscopias podem ser realmente dolorosas e extenuantes, além de não serem uma garantia de que a endometriose não retornará.

É importante ter em mente que ninguém precisa conviver com dores horríveis e ficar incapacitada a cada ciclo menstrual.

Caso essa seja sua realidade, entre em contato conosco. Faremos o que estiver ao nosso alcance para ajudá-la a escolher o melhor tratamento possível para que você tenha mais qualidade de vida.